quinta-feira, 3 de junho de 2010

Pergunta Inocente

Sabe quantos países com governo socialista há agora na União Europeia?

... 3!!!:

GRÉCIA, PORTUGAL e ESPANHA

Só pode ser coincidência!

domingo, 30 de maio de 2010

Até quando?

"Como pode tal criatura permanecer como Primeiro-ministro?
Até quando, Sócrates, teremos de te suportar?
Como explicar que o povo que foi sujeito da Revolução de Abril tenha hoje como Primeiro-ministro, transcorridos 35 anos, uma criatura como José Sócrates? Como podem os portugueses suportar passivamente há mais de cinco anos a humilhação de uma política autocrática, semeada de escândalos, que ofende a razão e arruína e ridiculariza o País perante o Mundo?"

Urbano Tavares Rodrigues
http://odiario.info/?p=1479

segunda-feira, 3 de maio de 2010

Sócrates assinou 21 projectos quando era exclusivo da AR

O actual chefe do Governo português assinou 21 projectos de edifícios particulares como projectista da Câmara Municipal da Guarda, enquanto trabalhava, em regime de dedicação exclusiva, na Assembleia da República (AR). O caso já foi alvo de um inquérito interno na autarquia e de uma denúncia dos vereadores do PSD da Guarda ao Departamento de Investigação e Acção Penal (DIAP) de Coimbra.
O inquérito da autarquia concluiu que todos os procedimentos legais foram respeitados e o DIAP ordenou o arquivamento do inquérito por considerar que eventuais crimes já prescreveram.
Ainda de acordo com a edição desta segunda-feira do Público, o actual primeiro-ministro foi afastado da Câmara da Guarda, onde trabalhava como projectista de edifícios, em 1990 e 1991, devido à falta de qualidade dos seus projectos e da falta de acompanhamento das obras, chegando mesmo a ser ameaçado com sanções disciplinares e sendo criticado severamente.
Segundo o diário, em 26 processos de licenciamento em que o então engenheiro técnico estava envolvido, o seu nome foi substituído na direcção técnica de obras em três deles, sem que ele ou o dono da obra o tenham requerido.
Em dois destes casos, Sócrates foi repreendido por escrito pelo então presidente da câmara, Abílio Curto, que veio a cumprir pena por corrupção. A repreensão foi aprovada por unanimidade na Câmara, admoestando-o pelo «pouco cuidado posto na elaboração do projecto», em 1987, e pela «falta de fiscalização das obras de que é autor dos projectos, devendo fiscalizá-las rigorosamente», em 1990.
Alguns técnicos camarários já tinham subscrito diversas críticas à falta de cumprimento dos regulamentos em vigor. Na terceira obra da qual foi afastado, em 1991, a decisão também partiu da autarquia, mas não se percebe a sua razão. Nesse ano, José Sócrates tornou-se porta-voz do PS para a área do Ambiente e membro do secretariado nacional do partido.
«O senhor eng. técnico José Sócrates Carvalho Pinto de Sousa foi já advertido pelo pouco cuidado que manifesta na apresentação dos trabalhos apresentados nesta câmara municipal e continua a proceder de igual forma, sem o mínimo respeito por ela e pelos seus técnicos (...) Deverão solicitar-se mais uma vez os elementos nas devidas condições e adverti-lo que não se aceitarão mais casos idênticos, sob pena de procedimento legal." A informação conclui, observando que se Sócrates "não pode ou não tem tempo de se deslocar à Guarda para fazer os trabalhos como deve ser só tem um caminho que é não os apresentar», escreveu o então chefe da repartição técnica da autarquia.

sábado, 17 de abril de 2010

terça-feira, 30 de março de 2010

Jobs for the boys [filho da Ana Jorge], versão Lourinhã

Caro(a)s amigo(a)s
Venho por este meio reportar uma situação que penso pertinente de sertornada pública.
Eu, Raquel Mendes, sou psicóloga e faço parte duma Associação de apoio social, sem fins lucrativos, na Lourinhã (Associação de apoio psicológico epsicopedagógico *Novos Sábios)*.
A titulo voluntário e gratuito, há já 3 anos consecutivos que disponibilizo os meus serviços de psicóloga (4 horas semanais) à Escola Básica EB2,3 Dr. João das Regras, na Lourinhã, escola sede do Agrupamento de Escolas *D. Lourenço Vicente*, naquele município. A escola sempre teve conhecimento do meu desejo de, se e quando houvesse disponibilidade de verba para tal, ser remunerada pelo meu trabalho, aspiração que penso ser legítima - e muitas vezes fizeram crer que tal aconteceria, se houvesse condições. No entanto a actual direcção diz desconhecer tal facto.
No dia 24 de Fevereiro fui informada de que a Escola (como sede do Agrupamento) tinha contratado os serviços de um psicólogo (serviços remunerados - 12 horas semanais), utilizando verbas de que o Agrupamento dispõe para Assessoria. Segundo informação do psicólogo contratado, este foi convidado pelo Presidente do Agrupamento (Dr. Pedro Damião) para apoiar o Agrupamento no qual a Escola se insere, devido à falta de técnicos nesta área. Aparentemente, este facto nada de novo traz, apenas a confirmação de que quem tem amigos tem tudo. No entanto, dado que eu estou lá - sem qualquer remuneração - parecia mais lógico fazerem-me a proposta a mim, dado que sempre elogiaram o meu trabalho. Reforçando a ideia, se há assim tanta necessidade de técnicos, e verba para os contratar, seria natural, penso, que tivessem falado comigo, de forma a negociarmos um possível aumento do meu horário na Escola, e o alargamento subsequente do meu apoio às restantes escolas do Agrupamento. Quando confrontei um elemento da direcção executiva sobre esta situação a resposta foi - "nós não sabiamos que a Dra estava interessada". (bizarro!) Será que tenho que fazer como o Mário Crespo e andar por aí com uma T-shirt dizendo "Também quero ser remunerada"? Será que os meus serviços só servem porque são gratuitos? O que mais me intriga é o facto de o psicólogo contratado pelo Agrupamento(Dr. Miguel Jorge Carvalho) ser filho da *Dr.ª Ana Jorge (Ministra da Saúde)*. Tratar-se-á de mais uma instância dos "jobs for the boys"?
Obrigada pela vossa atenção
Raquel Mendes

sexta-feira, 5 de março de 2010

SOBRINHO DO CHEFE DA QUADRILHA

Já me havia perguntado donde tinha aparecido tal ave de arribação aganhar um vencimento obsceno, e colocado na administração da PT...
Afinal há explicação. Pertence ao bando!
AFINAL Há MéRITO: O Sr Administrador da PT, Dr. Rui Pedro Soares, entre muitos maispredicados tem o inarrancável mérito de ser sobrinho de Mário Soares!!!!...e viva o grande pai da democracia, que tais familiares de alto valor tem!!!
PODE LEVAR TEMPO, MAS ACABA-SE POR SABER TODOS OS PODRES.

domingo, 21 de fevereiro de 2010

As noticias que a comunicação social não dá!!!!


Dr. Fernando Nobre

"Temos 40% de pobres"

III Congresso Nacional de Economistas

O presidente da AMI, Fernando Nobre, criticou hoje a posição das associações patronais que se têm manifestado contra aumentos no salário mínimo nacional. Na sua intervenção no III Congresso Nacional de Economistas, Nobre considerou "completamente intolerável" que exista quem viva "com pensões de 300 ou menos euros por mês", e questionou toda a plateia se "acham que algum de nós viveria com 450 euros por mês?" Numa intervenção que arrancou aplausos aos vários economistas presentes, Fernando Nobre disse que não podia tolerar "que exista quem viva com 450 euros por mês", apontando que se sente envergonhado com "as nossas reformas". "Os números dizem 18% de pobres... Não me venham com isso. Não entram nestes números quem recebe os subsídios de inserção, complementos de reforça e outros. Garanto que em Portugal temos uma pobreza estruturada acima dos 40%, é outra coisa que me envergonha..." disse ainda. "Quando oiço o patronato a dizer que o salário mínimo não pode subir.... algum de nós viveria com 450 euros por mês? Há que redistribuir, diminuir as diferenças. Há 100 jovens licenciados a sair do país por mês, enfrentamos uma nova onda emigratória que é tabu falar. Muitos jovens perderam a esperança e estão à procura de novos horizontes... e com razão", salientou Fernando Nobre. O presidente da AMI, visivelmente emocionado com o apelo que tenta lançar aos economistas presentes no Funchal, pediu mesmo que "pensem mais do que dois minutos em tudo isto". Para Fernando Nobre "não é justo que alguém chegue à sua empresa e duplique o seu próprio salário ao mesmo tempo que faz uma redução de pessoal. Nada mais vai ficar na mesma", criticou, garantindo que a sociedade "não vai aceitar que tudo fique na mesma". No final da sua intervenção, Fernando Nobre apontou baterias a uma pequena parte da plateia, composta por jovens estudantes, citando para isso Sophia de Mello Breyner. "Nada é mais triste que um ser humano mais acomodado", citou, virando-se depois para os jovens e desafiando-os: "Não se deixem acomodar. Sejam críticos, exigentes. A vossa geração será a primeira com menos do que os vossos pais". Fernando Nobre ainda atacou todos aqueles que "acumulam reformas que podem chegar aos 20 mil euros quanto outros vivem com pensões de 130, 150 ou 200 euros... Não é um Estado viável! Sejamos mais humanos, inteligentes e sensíveis".

quinta-feira, 11 de fevereiro de 2010

MAIS UM ESCÂNDALO !!!

É agora deputada pelo circulo de Lisboa do P.S.
Contudo, ela tem a residência em paris e assim sendo, recebe diariamente da assembleia da república 528€ de ajudas de custo, para além de viagem paga para e de paris, aos fins de semana.
A ”meia branca” PS continua igual a si mesma.Vamos ficar de tanga de uma forma mais miserável do que a que foi deixada por António Guterres !!!!
Este é o país sem vergonha que temos vindo a construir desde há 35 anos a esta parte !!!

sexta-feira, 5 de fevereiro de 2010

É preciso que se saiba!

"... se os portugueses comuns (os que têm trabalho) ganham pouco mais de metade (55%) do que se ganha na zona euro, os nossos gestores recebem, em média:
- mais 32% do que os americanos;
- mais 22,5% do que os franceses;
- mais 55 % do que os finlandeses;
- mais 56,5% do que os suecos"

(dados de Manuel António Pina, Jornal de Notícias, 24/10/08)

E são estas bestas que chamam a nossa atenção porque "os portugueses gastam acima das suas possibilidades"

sábado, 30 de janeiro de 2010

Portugal é assim...

Agora que já votou com o coração, leia e pense com a cabeça.

Este é o pensamento político que temos(em Portugal), está em todas:
· Estádios de futebol, hoje às moscas, · TGV, · novo aeroporto, · nova ponte, · auto-estradas onde bastavam estradas com bom piso, · etc. etc.
A quem na verdade serve tudo isto?

A QUEM VAI SERVIR O TGV ...
1. AOS FABRICANTES DE MATERIAL FERROVIÁRIO,
2. ÀS CONSTRUTORAS DE OBRAS PÚBLICAS E ... CLARO,
3. AOS BANCOS QUE VÃO FINANCIAR A OBRA ...

OS PORTUGUESES FICARÃO - UMA VEZ MAIS
- ENDIVIDADOS DURANTE DÉCADAS POR CAUSA DE MAIS UMA OBRA MEGALÓMANA ! ! !

Experimente ir de Copenhaga a Estocolmo de comboio.
Comprado o bilhete, dá consigo num comboio que só se diferencia dos nossos 'Alfa' por não ser tão luxuoso e ter menos serviços de apoio aos passageiros.A viagem, através de florestas geladas e planícies brancas a perder de vista, demorou cerca de cinco horas.Não fora conhecer a realidade económica e social desses países, daria comigo a pensar que os nórdicos, emblemáticos pelos superavites orçamentais, seriam mesmo uns tontos.Se não os conhecesse bem perguntaria onde gastam eles os abundantes recursos resultantes da substantiva criação de riqueza.

A resposta está na excelência das suas escolas,
· na qualidade do seu Ensino Superior, · nos seus museus e escolas de arte, · nas creches e jardins-de-infância em cada esquina, · nas políticas pró-activas de apoio à terceira idade.

Percebe-se bem porque não
· construíram estádios de futebol desnecessários, · constroem aeroportos em cima de pântanos, · nem optam por ter comboios supersónicos que só agradam a meia dúzia de multinacionais.
O TGV é um transporte adequado a países de dimensão continental, extensos, onde o comboio rápido é, numa perspectiva de tempo de viagem/custo por passageiro, competitivo com o transporte aéreo.
É por isso que, para além da já referida pressão de certos grupos que fornecem essas tecnologias, só existe TGV em França ou Espanha (com pequenas extensões a países vizinhos).
É por razões de sensatez que não o encontramos
· na Noruega, · na Suécia, · na Holanda · e em muitos outros países ricos.
Tirar 20 ou 30 minutos ao 'Alfa' Lisboa-Porto à custa de um investimento de cerca de 7,5 mil milhões de euros não trará qualquer benefício à economia do País. Para além de que, dado ser um projecto praticamente não financiado pela União Europeia, ser um presente envenenado para várias gerações de portugueses que, com mais ou menos engenharia financeira, o vão ter de pagar.
Com 7,5 mil milhões de euros podem construir-se: - 1000 (mil) Escolas Básicas e Secundárias de primeiríssimo mundo que substituamas mais de cinco mil obsoletas e subdimensionadas existentes (a 2,5 milhões de euros cada uma); - mais 1.000 (mil) creches (a 1 milhão de euros cada uma);- mais 1.000 (mil) centros de dia para os nossos idosos (a 1milhão de euros cada um). E ainda sobrariam cerca de 3,5 mil milhões de euros para aplicar em muitas outras carências como, por exemplo, na urgente reabilitação de toda a degradada rede viária secundária.
Cabe ao Governo reflectir.
Cabe à Oposição contrapor.

quinta-feira, 21 de janeiro de 2010

Avaliação de desempenho - Louvor justíííííííííssimo.!!!...

E andámos nós em lutas intermináveis contra a avaliação, exigindo que suprimissem todo o peso burocrático do processo...
Foram necessários apenas 4 dias para fazer uma avaliação como deve ser...

Não percebemos nada disto!

http://2.bp.blogspot.com/_EqiXntjJ4hQ/SxlgW9l7WzI/AAAAAAAABGk/DF_hky7t08g/s


sábado, 16 de janeiro de 2010

Escândalo!!!

Professores das escolas privadas passam a efectivos em escolas do Estado por despacho ministerial.

Os professores das escolas profissionais a contrato e efectivos estão a ser vinculados nas escolas públicas por despacho ministerial, enquanto professores dos quadros do ensino oficial colocados longe de casa continuam sem se aproximar da sua área de residência.
Os professores contratados do ensino oficial há vários anos, continuam sem conseguir o vínculo alegadamente devido a dificuldades orçamentais. Como é que é possível professores do ensino privado efectivarem no ensino oficial sem concurso público? Somente com este governo de pessoas incompetentes e sem um pingo de vergonha na cara.
Se alguém tiver dúvidas sobre a veracidade desta informação contactem a Escola Secundária da Batalha, já que esta integrou nos seus quadros todos os professores da Escola Profissional de Artes e Oficios da Batalha.
Vamos denunciar esta situação!!